Sábado é o “Dia D” Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a poliomelite

Data: 07/11/2014
Secretaria/Setor: Secretaria de Saúde
Autor Texto: Assessoria de Comunicação Social e Imprensa | Autor Fotos: Fabiano Amaral

Sábado é o “Dia D” Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a poliomelite

Começa neste sábado, dia 8 de novembro, a Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo e a poliomielite. A campanha, que deverá se estender até o dia 28 de novembro visa vacinar crianças de seis meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias. A meta em Ituporanga é imunizar 1447 crianças. 

“Neste sábado que é o “Dia D” o Posto de Saúde do Centro vai atender das 8h às 17h sem intervalo ao meio dia. No local teremos piscina de bolinhas, pula-pula e demais brinquedos como incentivo para as crianças que forem até a unidade. É importante que os pais tragam seus filhos para receber a dose”, frisou o Secretário de Saúde, Antônio Salésio Costa. 

Os pais ou responsáveis devem levar a carteirinha de vacinação das crianças. Neste ano, o “Dia D” de Mobilização Nacional será realizado em dois momentos: no primeiro dia da campanha, 8 de novembro, e no dia 22. Entre esse período a vacinação será realizada nas Unidades de Saúde dos Bairros e Localidades. 


Confira os dias e horários para imunização:

Dia 10 - Segunda-feira - Posto de Saúde do Rio Bonito (Barra do Rio dos Bugres)

Horário: A partir das 8h


Dia 10 - Segunda-feira - Posto de Saúde do Cerro Negro

Horário: A partir das 13h30min


Dia 11 - Terça-feira - Posto de Saúde da Vila Nova

Horário: A partir das 8h


Dia 11 - Terça-feira - Posto de Saúde da Gabiroba

Horário: A partir das 13h30min


Dia 12 - quarta-feira - Posto de Saúde da Bela Vista

Horário: A partir das 8h


Dia 12 - quarta-feira - Posto de Saúde do Nossa Senhora de Fátima

Horário: A partir das 13h30min


Dia 13 - quinta-feira - Posto de Saúde do Santo Antônio

Horário: A partir das 8h


Sarampo

É uma doença aguda, altamente contagiosa, transmitida por vírus. Os sintomas mais comuns são febre, tosse seca, exantema (manchas avermelhadas), coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. O período de transmissão varia de quatro a seis dias antes do aparecimento do exantema, até quatro dias após o surgimento das manchas. A vacina é o meio mais eficaz de prevenção. 1 a 4

Pólio

É uma doença infectocontagiosa grave. Na maioria das vezes, a criança não morre quando é infectada, mas adquire sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia, principalmente nos membros inferiores. A doença é causada e transmitida por um vírus (poliovírus) e a infecção se dá principalmente por via oral.

Vacina dTpa para gestantes

Além das campanhas de poliomielite e sarampo, a partir de novembro uma nova vacina será disponibilizada na rede pública: trata-se da vacina adsorvida de difteria, tétano e coqueluche (pertussis acelular), ou dTpa, que será disponibilizada para gestantes a partir da 27ª semana de gestação e poderá ser administrada até 20 dias antes da data provável do parto. Segundo o Ministério da Saúde é importante que a gestante seja vacinada com a dTpa o mais precoce possível, a partir do período descrito acima, pelo risco de intercorrências, a exemplo, do parto prematuro.

O Ministério da Saúde esclarece que a vacina será introduzida, a partir de novembro de 2014, no Calendário Nacional de Vacinação da gestante como reforço ou complementação do esquema da vacina dupla adulta (difteria e tétano).

A vacina tem como objetivo diminuir a incidência e mortalidade por coqueluche nos recém-nascidos visto que a doença é cada vez mais relatada em crianças mais velhas, adolescentes e adultos, sendo a fonte de transmissão mais frequente para as crianças, especialmente as menores de um ano, pois podem apresentar quadros atípicos da doença, dificultando o diagnóstico e possibilitando a transmissão para lactentes, com maior risco de desenvolverem complicações e podendo levar a óbito.

Esta vacina oferece proteção vacinal indireta nos primeiros meses de vida (passagem de anticorpos maternos por via transplacentária para o feto) quando a criança ainda não teve a oportunidade de completar o esquema vacinal.




(47) 3533-1211 - Rua Joaquim Boing, Nº 40, Centro - Ituporanga
Prefeitura do Município de Ituporanga -- Todos os direitos reservados. Copyright © 2017
Horário de Atendimento: 7:00 hs às 13:00 hs
Webmail