Programa “Mulher Viver sem Violência em Santa Catarina” é lançado em Ituporanga

Data: 20/05/2014
Secretaria/Setor:
Autor Texto: Assessoria de Comunicação Social e Imprensa | Autor Fotos: Fabiano Amaral

O Governo do Estado, por meio da Coordenadoria Estadual da Mulher realizou neste domingo, dia 18, o lançamento do programa “Mulher Viver sem Violência em Santa Catarina”. O evento foi realizado em Ituporanga, no Parque de Exposições do Cerro Negro, das 9h às 16h, e reuniu centenas de mulheres de todo o Alto Vale do Itajaí. Durante a abertura, a coordenadora Estadual da Mulher, Jane Maria Ghizzo Schmidt, explicou os objetivos do projeto. “O Pacto Mulher Viver sem Violência, assinado pelo governador Raimundo Colombo, visa oferecer serviços públicos de segurança, justiça, saúde, assistência social, acolhimento, abrigamento e orientação para o trabalho, emprego e renda integrados tudo num só programa”, disse Jane.

O coral Louvarte, da Comunidade Evangélica de Rio do Sul abriu o evento, e logo após se iniciou o ciclo de palestras. Dóris Regina França, representando a Secretaria de Estado da Educação falou sobre o programa “Quem Ama Abraça”, que será inserido paralelamente no currículo escolar abordando a prevenção da violência contra a mulher. Em seguida, a Delegada Regional de Polícia, Patrícia Maria Zimmermann D’Ávila, apresentou relatórios com os números da violência contra a mulher. Em Ituporanga, por exemplo, no ano de 2011 foram registrados 183 ocorrências do gênero; em 2012 foram 175 registros; em 2013 o número chegou a 178 e neste ano, até o momento, já haviam sido feitos 120 registros. Depois foi a vez da suplente de deputada federal, Carmen Zanotto, fazer sua explanação. A parlamentar falou sobre a Lei Maria da Penha e frisou os tipos de violência mais praticados contra a mulher. Carmen frisou a violência física, sexual, patrimonial, moral, mas principalmente a psicológica, que faz a mulher baixar a autoestima e se sentir diminuída frente a sociedade. A Juíza da Primeira Vara Criminal de Itajaí, Sônia Maria Mazzetto Terres, fechou o ciclo de palestras.

Dando seqüência a programação, o Grupo Verdes Agulhas, da comunidade
do Cerro Negro, fez a apresentação de números de danças típicas alemãs e o evento
encerrou com uma grande confraternização animada pela banda da Família
Carvalho e o sorteio de brindes para as mulheres presentes.

“Foi um evento muito produtivo e de esclarecimentos. O poder público precisa estar atento aos problemas sociais que a sociedade enfrenta no dia-a-dia e oferecer meios para solucioná-los. Este é mais um ótimo programa do governo estadual que a nossa administração apoia”, disse o prefeito de Ituporanga, Arno Zimmermann.

O secretário regional da SDR Ituporanga, Elias Souza, destacou que muitas
vezes uma grande obra está presente num simples ato. “Quando o governador se
dispõe a colocar em andamento um programa específico para fazer justiça as
pessoas mais importantes deste mundo, que são as mulheres, isso fica ainda
mais evidente. Ações como esta demonstram a visão de um homem público
preocupado com as pessoas acima de tudo”, explanou.

O programa tem o apoio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional de Ituporanga, por meio da gerência de Assistência Social, Prefeitura de Ituporanga, Fundação Nova Vida, Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, Secretaria da Agricultura, Santur e Amavi – Abedavi.



(47) 3533-1211 - Rua Joaquim Boing, Nº 40, Centro - Ituporanga
Prefeitura do Município de Ituporanga -- Todos os direitos reservados. Copyright © 2017
Horário de Atendimento: 7:00 hs às 13:00 hs
Webmail