Maternidade em Ituporanga volta a atender

Data: 14/03/2013
Secretaria/Setor:
Autor Texto: Assessoria de Comunicação Social e Imprensa | Autor Fotos: Fabiano Amaral

 

Está funcionando desde segunda-feira, dia 11, o sobreaviso médico remunerado no Hospital Bom Jesus de Ituporanga. Há mais de 2 anos,  o corpo clínico e a direção do hospital buscavam o apoio dos municípios da Região da Cebola para implantar o serviço na instituição. Foram realizadas diversas reuniões entre prefeitos, diretoria do HBJ, médicos, e até com o Ministério Público em busca de uma solução, que sempre esbarrava na questão financeira.

No início de janeiro o prefeito de Ituporanga, Arno Zimmermann, retomou as negociações. Já no começo do mandato, liderou vários encontros com os prefeitos recém-empossados. O objetivo era buscar apoio financeiro para dispor as especialidades médicas de sobreaviso no HBJ e resolver de uma vez por todas o impasse.

A proposta inicial dos médicos era a implantação de 5 especialidades mais os serviços de laboratório. Isso iria gerar um custo de R$ 1,67 por habitante de cada cidade inclusa no acordo. Os prefeitos não acataram. Segundo eles, ficaria fora do limite financeiro que cada um dispõe.

“Estivemos preocupados com a situação. Mas isso não basta, é preciso ter vontade para resolver os problemas. Por isso, lutamos insistentemente para convencer nossos colegas prefeitos da necessidade de termos esse serviço”, disse Zimmermann. Depois de estudarem várias possibilidades, os prefeitos apresentaram uma contraproposta aos médicos, a fim de iniciar os trabalhos imediatamente num dos setores que mais preocupava: a maternidade. Contraproposta aceita.

 

Como vai funcionar

Ficou estabelecido que neste primeiro momento a cobertura do sobreaviso será nas áreas de anestesiologia, obstetrícia e neonatologia, ou seja, atendimento de maternidade, partos e cesárias.

O diretor técnico do Hospital, Dr. Arnaldo Amorim Júnior, vibrou com o avanço, já que há mais de 100 dias não nascia nenhum ituporanguense. “Me sinto aliviado e feliz por iniciar esse trabalho na área médica, extremamente necessário para o atendimento da nossa população, sem a necessidade de buscar solução em municípios vizinhos, especialmente em Rio do Sul”, explicou.

Ficou acordado ainda que numa segunda etapa a conversa será retomada para a ampliação do sobreaviso nas demais áreas – ortopedia, clínica médica e clínica cirúrgica. “Não é de uma hora para outra que solucionaremos todos os problemas da saúde, mas nós já demos os primeiros passos”, concluiu o prefeito Arno Zimmermann.

Contemplam a escala médica de sobreaviso, os obstetras: Dr. Valmor Holetz, Dra. Yara Regina Holetz e Dra. Mariana Oxandabaratz Alfaro. Os neonatologistas: Dr. Arnaldo Amorim Júnior e Dr. Ricardo Schumacher Amorim. O Anestesiologista: Dr. José Edson Pianta.

Entenda melhor:

O sobreaviso é uma modalidade de plantão em que o médico não está presente no local de trabalho, mas fica disponível 24 horas por dia, e pronto para atender imediatamente ao chamado. Em uma escala de médicos das mais diferentes especialidades, os profissionais garantem apoio aos colegas da emergência, para os pacientes atendidos no pronto-socorro, e encaminhados à internação ou submetidos a procedimentos cirúrgicos.

 



(47) 3533-1211 - Rua Joaquim Boing, Nº 40, Centro - Ituporanga
Prefeitura do Município de Ituporanga -- Todos os direitos reservados. Copyright © 2017
Horário de Atendimento: 7:00 hs às 13:00 hs
Webmail