Equipe da secretaria da saúde realiza vacinação contra HPV nas escolas do município

Data: 25/09/2015
Secretaria/Setor: Secretaria de Saúde
Autor Texto: Assessoria de Comunicação Social e Imprensa | Autor Fotos: Fabiano Amaral

Equipe da secretaria da saúde realiza vacinação contra HPV nas escolas do município

Durante este mês de setembro uma equipe da Sala de Vacina de Ituporanga percorreu as escolas da rede pública e privada do município, para realizar a primeira e a segunda dose da vacina contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), voltada para meninas de 9 a 13 anos. Foram imunizadas 430 meninas.

A primeira fase da campanha ocorreu em março. A vacina contra HPV é composta de três doses. A primeira quando a menina completar 9 anos de idade, a segunda deve ocorrer seis meses após, e o ciclo de imunização contra o vírus se completa com a terceira dose, aplicada cinco anos após a primeira.  A vacinação tem como meta prevenir o câncer de colo de útero nas meninas que formam o público-alvo da campanha.

A secretaria municipal de saúde através da coordenação da Sala de Vacinas informa que as meninas assim que completarem 9 anos, idade estabelecida para receber a primeira dose podem procurar a unidade básica de saúde para se imunizar.

Saiba mais sobre o HPV:

Assunto recorrente quando o tema é prevenção, o HPV é transmitido principalmente por relações sexuais, mas também da mãe para o feto ou por objetos contaminados. Entre os sintomas que podem indicar a contaminação por HPV estão verrugas na pele das mãos, dos pés, nos lábios, na boca, na garganta e nas regiões anal e genital.

As lesões genitais podem causar tumores malignos como câncer de pênis e de colo do útero. O diagnóstico é mais fácil nos homens, devido às lesões aparentes. Já no caso das mulheres, é preciso fazer exames como o papanicolau. 

Dependendo do diagnóstico, o tratamento pode ser feito com remédios, cauterização ou cirurgia – nos casos de câncer instalado. Para se prevenir, o uso do preservativo nas relações sexuais é indispensável. É preciso estar atento, já que o vírus pode ser transmitido, inclusive, por sexo oral. Mulheres devem consultar o ginecologista regularmente, uma vez que o diagnóstico e o tratamento precoce ajudam a controlar a doença. Em caso de contaminação confirmada, o parceiro ou parceira deve ser avisado, já que ambos precisarão de tratamento.



(47) 3533-1211 - Rua Joaquim Boing, Nº 40, Centro - Ituporanga
Prefeitura do Município de Ituporanga -- Todos os direitos reservados. Copyright © 2017
Horário de Atendimento: 7:00 hs às 13:00 hs
Webmail